Tuesday, March 31, 2009

Isto vai acabar muito mal!






Não resisto a colocar este Homem a falar no BangBang, era capaz de o ouvir durante horas a fio, é uma classe, devia ser escutado em todas as escolas e universidades do país!
E não fica por aqui, o Dr Medina Carreira estará entre nós mais vezes...

Friday, March 27, 2009

Ecologia Paisagística


Nos ultimos dias, tenho passado muitos minutos a reflectir sobre as diversas intervenções que estão a ser feitas na orla maritima dos Açores, cheguei á triste conclusão que vamos pelo mau caminho.
A situação é muito grave, e não tem neste momento solução aparente, com a desculpa do pseudo desenvolvimento sócio económico do arquipélago, e com a "necessidade" em "derreter" os "nossos" dinheiros europeus, fazem se autênticos crimes ambientais, estruturados nos interesses financeiros, bem como nos duvidosos pareceres das "máquinas" destruidoras das "gordas" empresas de construção civil.
Na realidade estamos a demonstrar o pior de nós, a nossa falta de "paixão" por aquilo que nós faz viver nestas ilhas, a verdadeira razão porque estamos aqui a viver e não numa outra qualquer parte do mundo,ou seja, estamos a destruir a beleza natural deste calhaus no meio do Atlântico, é esse ambiente em natural equilibrio que nos faz não conseguir sair destas Ilhas.
Se é preciso resolver um problema de instabilidade costeira, que se resolva, mas não é necessário construir uma costa de betão armado, com dois quebra mares...
Se é necessário rentabilizar e proteger um pequeno porto de pescas, não é necessário destruir o porto, e construir em cima dele um " templo" ao betão armado.
Já agora era importante "PENSAR" realmente qual é o verdadeiro problema da população que utiliza esse porto para "ganhar" a vida, será que é o porto, não será certamente, salvo determinadas excepções, repensem todo o sistema da PESCA nos Açores, assim talvez fosse possível desenvolver na realidade esse sector.
Se existe uma zona balnear agradável para aqueles que lá vão, não é necessário colocar lá centenas de metros quadrados de cimento, para que essa zona se torne um verdadeiro "inferno", quem gostar de usufruir daquele natural sistema ambiental irá lá mesmo sem o cimento, e quem não gostar...pronto irá para outro lado, é assim os Açores!
Para quem os sente e vive verdadeiramente!

Wednesday, March 25, 2009

Jogo Mental no Golfe - Visualização

When one starts to talk about golf sport psychology and particularly visualisation, then Jack Nicklaus has to be the best role model. Before selecting his club for an approach to any given shot, he would run a short movie of how he wanted it to look.

Before each and every shot he would preview exactly how the ball would fly or roll, how it would turn, and where it would come to rest. He would often picture himself out where the ball would eventually come to rest to get a better aspect of the shot.


Only after he had run this movie in his head would he select his club and step up to perform his magic.

I try to incorporate imagery into my training schedule and this prepares me for using it on the course. I also find that just before I go to sleep is a good time to visualise a swing improvement or even simpler, seeing your shot with a better ball flight. This helps as you are in a relaxed and tranquil state.

It helps to create an all-sensory experience that is as vivid and clear as possible. Initially, practising in a quiet environment can help to minimise distractions and facilitate clear images. See the flight, hear the swoosh or impact, feel the soft grip, and taste the success.

Visualisation makes big demands on your attention, so short frequent quality practice sessions are preferable to long ones. On the course these images will be short snippets which take mere seconds to construct.

Be careful as negative visuals always try to come to the fore. I personally keep mine simple and don't focus too much on the desired result.

Timothy Gallwey (The Inner Game of Golf) covers this well by suggesting that a super visual before putting is to imagine the task of picking the ball out of the hole before you make a putt.


Joseph McLaughlin (Zen in the Art of Golf) suggests that we should "see it done". See the ball lying in the middle of the fairway, green or hole and then track it back to your golf club and feel and visualise the swing you would have to make to achieve this.

In practicing golf sport psychology, in particular visualisation, the secret is creating vivid positive images and the best way to achieve this is through practice.

For example, close your eyes and imagine your are throwing a tennis ball against a wall. Imagine how your hand and arm perform this task. When you have a reasonable image, open your eyes and look at your hand and arm. Were your visuals good?

Do this until you become adept at it and you are well on your way to creating good visuals. Now do similar exercises with your other senses; imagining how the tennis ball feels when you squeeze it or the sound it makes as it hits the wall.

There are of course endless everyday examples and we can easily find five minutes everyday to improve these simple skills. These short sessions will help you to accomplish wonders on the course.

Thursday, March 19, 2009

Wednesday, March 18, 2009

Piscina Publica PV



E nada!
O tempo passa, estamos a entrar na primavera e nada!
Nada de nada, e sem nadar a malta perde a forma, não há forma que resista, tal desgraça, onde está o poder politico, de repente perdeu-se na calçada dispersa da sub-sub-periférica fantasmagórica noção de movimento das intra culturas populistas da ausência estética das paisagens.
E as pessoas, e as histórias dos espaços, uma perfeia alienação da realidade... medo do fim... de repente!

Monday, March 09, 2009

Medina Carreira - Tempo de antena

Hoje ouvi novamente o Grande Dr. Henrique Medina Carreira na Sic, e tive a mesma sensação de quando o ouvi pela primeira vez, na realidade nestes tempos que correm este Senhor na minha opinião é um Génio!
Não há palavras para descrever a lucidez e capacidade de analise da realidade, este Homem é a voz do futuro, é a verdade fundamental para a revolução necessária!
Para ver e rever...






Saturday, March 07, 2009

La Haine





"A felicidade não depende do que nos falta, mas do bom uso que fazemos do que temos." (Thomas Hardy)

Choose Life

Wednesday, March 04, 2009

Introspecção





"Somos muito mais infelizes na infelicidade do que felizes na felicidade." (Armand Salacrou)

Sunday, March 01, 2009

"Colosso de Prora".






Prora foi um balneário planejado pelo Partido Nazista na ilha Rügen, Alemanha. O complexo foi erigido entre os anos de 1936 e 1939 e serviria como colônia de férias sob a organização da Kraft durch Freude.


Desenhado pelo arquiteto Clemens Klotz, Prora foi concebido como um resort com acomodações para vinte mil pessoas. Cada quarto de 2.5 por 5 metros desfrutaria de vista para o mar e contaria com duas camas, um armário e uma pia. Os sanitários e chuveiros seriam comuns.

Cerca de nove mil trabalhadores de todas as grandes construtoras do Reich estiveram envolvidos no projeto entre os anos de 1936 e 1939. Com o início da Segunda Guerra Mundial a construção de Prora foi interrompida e grande parte de seus complexos de entretenimento remanesceram inacabados ou nem saíram do papel.

Durante os bombardeios sobre Hamburgo, muitas pessoas se refugiaram nos edifícios da estância nazista. Já em 1945 o Exército Soviético passou a controlar a região e utilizá-la para fins militares.

Hoje alguns dos blocos abrigam museus.